Porta-Lapsos
   
 
   



BRASIL, Sudeste, ITARARE, Planeta Cerveja, Centro Velho de Mim Mesmo, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, Spanish, Arte e cultura, Livros, Sobreviver, Escrever, Resistir
 

  Histórico

Categorias
Todas as mensagens
 Link

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros sites
 Campo de Trigo Com Corvos
 Blogue Artistas de Itararé, Cidade Poema
 Outras Obras de Silas Correa Leite
 Entrevista Com Silas Correa Leite
 Veja Microconto e Poesia Pro Tomzé
 manifesto.aos.excluidos
 Jornal de Poesia, Link do Poeta Silas Correa Leite
 Poeta Silas Corrêa Leite
 Garganta da Serpente, link Silas Correa Leite
 Voe de Volta Pra Mim, Crônica Silas Correa Leite
 Outras Obras de Silas Correa Leite
 Site Releituras, Poema Para Oscar Niemeyer
 Muitos Mais Poemas Silas Correa Leite
 Texto Site Rio Total, Obra de Silas Correa Leite
 Poemas do Silas Correa Leite
 Coisas de Poeta (Silas Correa Leite)
 Silas no gazzag, Veja o link do Poeta
 SOMOS TODOS CULPADOS?
 Poema Para Tomzé Declamado Por Antonio Abujamra
 Conto Cego, Declamado por Antonio Abujamra
 Desvairados Inutensílios - Piração Letral
 Privilégio dos Caminhos, JUlia Moura LoOpes, Portugal
 Silas Correa Leite Em Espanhol




 

 
 

Kit Básico de Primeiros Socorros Para os Seres Sensíveis


(Use em situações existenciais de emergência)


1* Poesia: Para tornar mais doce o sonho enfavado de maravilhosas buscas, tornar mais esperançosa a caminhada e mais suave a respiração da alma;
2* Música: Para lembrar que tudo é música, como o equilíbrio entre a natureza e os frutos dela que são os seres humanos, na sinfonia existencial de primeira grandeza;

3* Filme: Para nos ajudar a permanecer antenados com cabeças e corações, almas perfumadas, já que a arte é uma libertação, e uma asa  só se completa em outra e então permite na união e soma a técnica de voo;
4* Livro: Para registrar que vida é assento de nós mesmos, raízes e estrelas, origens e ninhais; palco iluminado em páginas abertas de viver e vencer;
5* Campo: Para depositar nossa alma na tez chã de tantas andanças, pois o cordão umbilical pode retesar mas nunca se romperá do nosso ponto de partida, e há uma estrela e um arado a compor a nossa caminhadura evolutiva, cósmica:

6* Praia: Para nos tocarmos que não importa o que aconteça, a vida continua em marés altas e baixas, sal e ilhas, experimentações e viagens, portos e linhas do horizonte muito além do azul do céu que se permeia em tantas vertentes;
7* Viagem: Porque temos que chegar e partir, há tempo de semear e tempo de visitar o trigal amarelo, há barcos e adeuses, somos peregrinos pela própria natureza, nunca termina o nosso caminhar, existir é uma viagem como se nós mesmos fôssemos os ourives de nossa evolutiva sequência aditivada numa futural empreita de luz;
8* Carinho: Que é o que pode curar e até mesmo manter abertas portas e janelas, pois a chave é a nossa mão erguendo o muro ou o castelo, já que o livre arbítrio é que dá a comanda de nosso sucesso no verbo viver;
9*Chuvas: Devemos nos salvar com as lágrimas, até com as chuvas nos sonhos, toda água é energia e Deus respira em cada átomo da água que veio de antes para o eterno, e precisamos como partes do Planeta Água, com a nossa massa corporal sendo água, amar a água como se a nós mesmos.
10*Amor: Porque amor é tudo o que move, somos feitos e a partir dele mandamos mensagens de amor para o futuro, e o melhor gesto de amor é a mão estendida, o abraço demorado, o ombro amigo, luz em conexão com  a luz.

Poeta Silas Correa Leite – E-mail: poesilas@terra.com.br




Escrito por Silas Corrêa Leite às 11:52
[] [envie esta mensagem
] []


 

 
[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]